Dermatite atópica em crianças- Cuidados e dicas

dermatite atopica em criancas 1

São muitos os fatores que contribuem para o agravamento de problemas de pele dos bebê e das crianças. São cada vez mais as crianças que apresentam problema de dermatite atópica.

A dermatite atópica é uma doença inflamatória da pele, especialmente, nos bebê mais pequenos. Com o tempo pode atenuar, mas também pode agravar.

Este é um problema que requer algum tratamento e cuidados. Confira algumas dicas para aliviar os sintomas.

Índice
  1. Cuidados para tratar dermatite atópica em crianças
  2. Como se manifesta a dermatite atópica

Cuidados para tratar dermatite atópica em crianças

Deve seguir sempre as recomendações do médico assistente. Existem cada vez mais produtos à venda para este problema. São cremes caros e nem sempre consegue resultados `primeira tentativa.

A dermatite atópica deve ser tratada, ela causa algum mal-estar e sintomas como coceira, vermelhidão e inflamação na pele. Sem tratamento adequado estes sintomas podem agravar-se.

A dermatite atópica é uma doença inflamatória da pele, que não tem uma causa específica.

Opte por roupas feitas de algodão evitando fibras ou tecidos ásperos.

Uso de sabonete ou gel de banho neutro. O banho é uma das partes mais importantes para o tratamento e prevenção da dermatite atópica, deve ter alguns cuidados:

Use água do banho morna.

A duração não deve ser superior a 10 minutos.

Após o banho, é importante secar o bebê sem esfregar, usando uma toalha macia.

Aplique um hidratante adequado a este tipo de pele. Em caso de agravamento o médico pode receitar uma pomada, é uma pomada forte e deve seguir as recomendações do médico na sua aplicação.

Como se manifesta a dermatite atópica

A dermatite atópica é um problema de pele que pode ter vários graus. Em alguns casos ela é diagnosticada nos primeiros meses do bebê, em outros mais tarde.

Os sinais também variam, muitas vezes são confundidos com alergia ou reação ao calor.

Até os 2 anos a doença pode manifesta-se com lesões nas bochechas e couro cabeludo, atingindo outras áreas da face ou braços e pernas.

Em crianças mais velhas é comum ver lesões nas áreas húmidas como axilas, virilha, pescoço ou dorso das mãos e pés.