Grávida pode usar salto?

A gravidez é alto natural, mas traz muitas dúvidas, uma das dúvidas mais comuns é se a grávida pode usar salto-

São muitas as famosas que continuam a usar saltos durante toda a gravidez, mas será que é aconselhável? A vaidade sobrepõe-se à segurança.

Segundo os especialistas não é recomendado usar salto alto na gravidez, vamos analisar as principais razões.

Porque grávida não pode usar salto alto?

Segundo a ortopedista Carlos Kopke, o uso diário do salto alto durante a gravidez aumenta o risco de a mulher desenvolver problemas nos pés, joelhos, calcanhares, costas e tornozelos.

O médico explicou que o corpo trabalha como se fosse um pêndulo com dois movimentos para frente e para trás o salto alto atrapalha o eixo de funcionamento da marcha, gerando um desequilíbrio no corpo.

O ortopedista explica também que em calçados normais a parte da frente do pé recebe cerca de 40% do peso do corpo, já só de salto alto vai para 100%, o que com o passar do tempo vai causar problemas crônicos como bursites, tendinite e joanetes.

Saltos e o peso da gravidez

Durante a gravidez há mudanças no centro da gravidade do corpo da mulher porque a barriga cresce e o peso vai para frente causando um desequilíbrio.

O salto alto durante a gravidez também é considerado um vilão porque pode ocasionar uma hiperlordose lombar, já que, deixa a curvatura da coluna mais acentuada provocando má postura, dor e desconforto.

Qual salto pode usar durante a gravidez

Os especialistas avaliam caso a caso, porém, não indicam sapatos de salto alto e fino que vão trazer sérios problemas, ficando como alternativa usar sapatos mais baixos e com saltos largos que são estáveis e confortáveis.

Muitas grávidas optam por usar os sapatos com salto Anabela, porém, eles também não são indicados porque são fáceis de virar especialmente em pisos irregulares como calçadas com buracos.

Contudo aquelas que não dispensam o salto alto podem até usar os sapatos Anabela, mas ele deve ter no máximo 3 centímetros de salto, ser quadrado, a parte de traz deve ser fechada e é indispensável ter cuidados redobrados.

Mesmo sabendo do risco têm mulheres teimosas que não abrem mão do salto e chegam a sentir até desconforto usando sapatos sem salto ou rasteirinhas, sendo que, sapatos desse tipo e também sapatilhas também podem favorecer a pressão na coluna ou calcanhar.

Já que, a sola é fina e não tem amortecimento, sendo assim, a grávida tem como alternativa usar um sapato com base larga e salto médio ou dar preferência aos tênis com amortecedores que são os calçados mais indicados para as futuras mamães.

Como amenizar o inchaço durante a gravidez

É comum durante a gestação os pés e pernas ficarem inchados.

Isso acontece porque durante a gestação há um aumento na produção de sangue e outros líquidos e isso aliado ao fato do crescimento do útero comprimir os vasos da região pélvica acaba causando uma alteração do sistema circulatório prejudicando a circulação de uma forma geral.

As dicas dadas pelos especialistas para amenizar o inchaço durante a gravidez são: evitar o uso de sapatos muito altos e finos, fazer caminhadas, usar meia compressiva, diminuir o sal, entre outras coisas.

Luana Araujo Silva

Resindência em Enfermagem Neonatal pela Universidade Estadual de Londrina/PR com amplo campo de atuação: Maternidade de Baixo Risco, Maternidade de Alto Risco, Unidade de Cuidados Intermediários e Intensivos Neonatal, Recepção do Recém nascido termo e pré termo na sala de parto. Segmento ambulatorial do recém nascido pré termo Habilitada para inserção e manutenção de Cateter Central de Inserção Periférica (CCIP/PICC), com auxilio de ultrassom e Inserção de Cateter Umbilical Arterial e Venoso. Também possui ampla bagagem na áreade aleitamento materno em recém-nascidos a termo e pré-termo.