Gravidez psicológica- Razões para acontecer

A gravidez psicológica também chamada de pseudociese, é uma condição bem mais comum do que posso pensar. É uma condição emocional que ocorre quando a mulher sente todos os sintomas de gravidez de gravidez, incluindo a barriga a crescer, sem que exista um bebê crescendo no útero da mulher.

Este problema atinge, especialmente, mulheres que querem muito engravidar ou naquelas que têm medo de engravidar, como adolescentes e mulheres em relações instáveis.

A gravidez psicológica é algo natural e não acontece apenas com as mulheres, é comum alguns animais sofrerem com este problema.

Sintomas de gravidez psicológica

Os sintomas de uma gravidez psicológica são os mesmo de uma gestação normal. A mulher sente todos os sintomas como se estivesse realmente grávida.

Atraso ou ausência da menstruação

Sonolência e enjoos

Crescimento da barriga e dos seios

Produção de leite materno

Sensação de que o bebê está se mexendo dentro da barriga

Desejos de comer alimentos diversos

Esses sintomas acontecem devido aos estímulos psicológicos que aumentam a produção dos hormônios da gravidez, como a prolactina, que resulta em sintomas iguais aos das mulheres que estão grávidas de verdade.

Gestação psicológica dá positivo nos exames?

Apesar de sentir todos os sintomas de uma gravidez normal, numa gravidez psicológica, os testes darão negativo.

Os exames de sangue e urina não vão detetar a hormona da gravidez e na ultrassom não será possível encontrar o feto mo

A verdade é que mesmo com todos os testes negativos, isto pode não ser suficiente para a mulher acreditar que não está grávida e pode ser necessário acompanhamento psicológico´.

Principais casas de uma gravidez psicológica

Saiba quais são as principais causas da gravidez psicológica

Período pós-histerectomia

Depressão e baixa autoestima

Grande medo de engravidar

Desejo intenso de engravidar

Dificuldade para engravidar

Pressão da família para engravidar

Abortos espontâneos

O que fazer nestes casos

O acompanhamento médico, familiar e de amigos é muito importante nestes casos.

Este problema atinge mulheres que estejam muito frágeis emocionalmente. De acordo com especialistas, a gravidez mental pode estar relacionada com quadros psicóticos ou depressivos. Mulheres que sofreram abuso sexual na infância também têm maior risco de apresentar o problema.

Gravidez psicológica e os homens

A gravidez psicológica também pode atingir também os homens, devido a intensa ligação com a gestação da parceira. Nesse caso, o problema se chama Síndrome de Couvade.

Como tratar a gravidez psicológica

O tratamento pode ser feito com medicamentos hormonais para normalizar a menstruação e para acabar com a produção de leite materno, mas é importante também o acompanhamento de um psiquiatra ou psicólogo para eliminar os fatores que causaram a doença.

O tratamento pode durar meses, pois, ele só pode acabar quando o problema estiver totalmente resolvido. Por isso, é fundamental a compreensão da mulher, do marido e de sua família.

Não tem como prevenir a gravidez psicológica, mas as mulheres podem ajudar cuidando da sua saúde física e mental, assim não chegará a esse extremo.

O médico vai receitar medicação que deve tomar segundo as suas recomendações.

Mitos e verdades a respeito da gravidez psicológica

É um desejo intenso de ser mãe

Parcialmente verdade. Não basta apenas querer muito engravidar para contrair esse problema.

É preciso que a mulher tenha alguma psicopatia que dê suporte a esse delírio e negação da realidade.

Além disso, outras coisas, como não conseguir engravidar e pressão familiar também podem causar essa condição.

O seio pode produzir leite

Verdade. O pensamento da mulher pode alterar os hormônios como a prolactina e o LH, que simulam uma gestação.

A ação da prolactina pode aumentar o intestino e fazer a barriga ficar maior e o seio produzir leite.

O medo de engravidar pode causar a gravidez psicológica

Parcialmente verdade. Pois, somente ter medo de engravidar não causa essa condição.

Já que a mulher deve ter algum problema psicológico para desenvolver uma falsa gestação.

Teste de gravidez pode dar positivo

Mito. Jamais uma mulher com gravidez psicológica conseguirá fazer um teste de gravidez que dê positivo, já que não existe um bebê em desenvolvimento no útero.

O problema passa sozinho

Claro que não, para que a mulher se cure ela precisará passar por um tratamento com medicamentos e um psicólogo ou psiquiatra.

O problema pode impedir uma gestação de verdade

Verdade. Se tiver uma alteração nesses hormônios causada pelo estresse, a mulher não vai conseguir engravidar. Em geral a ansiedade atrapalha a gravidez.

Portanto, a gravidez psicológica é um grande problema e quem sofre com ele deve buscar ajuda das pessoas próximas e de profissionais em doenças mentais.

Luana Araujo Silva

Resindência em Enfermagem Neonatal pela Universidade Estadual de Londrina/PR com amplo campo de atuação: Maternidade de Baixo Risco, Maternidade de Alto Risco, Unidade de Cuidados Intermediários e Intensivos Neonatal, Recepção do Recém nascido termo e pré termo na sala de parto. Segmento ambulatorial do recém nascido pré termo Habilitada para inserção e manutenção de Cateter Central de Inserção Periférica (CCIP/PICC), com auxilio de ultrassom e Inserção de Cateter Umbilical Arterial e Venoso. Também possui ampla bagagem na áreade aleitamento materno em recém-nascidos a termo e pré-termo.