Shantala: como fazer a massagem nos bebês

A shantala é uma técnica de massagem que promete, não apenas aliviar as cólicas do bebê, mas também ampliar o vínculo afetivo com os pais.

De acordo com a massoterapeuta e instrutora de shantala Priscila Castanho, “o fato de ser uma massagem completa ajuda o bebê a se sentir novamente dentro do útero, onde as necessidades dela eram totalmente atendidas. É uma sensação de completude, que ajuda ele lidar com a roupa, a fazer xixi, cocô… ajuda ele a estar mais adaptado”.

Trata-se de uma técnica milenar, de origem indiana, e que foi introduzida no ocidente por meio do médico francês Fréderick Leboyer.

Benefícios da shantala

Apesar de ser uma massagem para acalmar o bebê, o recomendado é observar a disposição dele ao receber a massagem. Podem haver momentos em que a técnica não é a mais adequada. Mas, na maioria dos casos, eles acabam por sentir sensações boas, regadas de amor, carinho e, principalmente o contato com a pele.

  1. Acalmar e aliviar as dores

Por contemplar todo o corpo do bebê: rosto, braços, pernas, costas, barriga e peito; é uma massagem que proporciona alívios da cólica, tensões ou dificuldades para acalmar e dormir. Inclusive, ela pode ser feita no momento da troca de fraldas.

CONTINUAR A LER