Paternidade Tardia- Aumenta os problemas de saúde do bebê?

A sociedade costuma achar que o homem pode se tornar pai sem problemas na idade mais avançada. Devido à sua constituição, os homens podem ser pais mais tarde do que uma mulher.

A ciência tem demonstrado cada vez mais que o relógio biológico também atinge as células reprodutoras masculinas e que, assim como acontece com as mulheres, a paternidade tardia tem seus riscos.

São muitos os casos de homens que são pais depois dos 60 e até anos, mas será que este tipo de paternidade acarreta problema para o homem e para o bebê?

Paternidade Tardia

Um estudo apresentado no encontro anual da Sociedade Europeia de Reprodução Humana e Embriologia, em Viena, na Áustria, disse que a contagem de espermatozoides, bem como a sua qualidade, diminui com o passar do tempo, principalmente, a partir dos 51 anos.

No entanto, 42% dos homens acima de 51 anos tem contagem de espermatozoides dentro da faixa saudável, maior que 39 milhões no volume total ejaculado, definida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em comparação com 61% daqueles em faixas etárias mais jovens.

CONTINUAR A LER