Paternidade Tardia- Aumenta os problemas de saúde do bebê?

A sociedade costuma achar que o homem pode se tornar pai sem problemas na idade mais avançada. Devido à sua constituição, os homens podem ser pais mais tarde do que uma mulher.

A ciência tem demonstrado cada vez mais que o relógio biológico também atinge as células reprodutoras masculinas e que, assim como acontece com as mulheres, a paternidade tardia tem seus riscos.

São muitos os casos de homens que são pais depois dos 60 e até anos, mas será que este tipo de paternidade acarreta problema para o homem e para o bebê?

Paternidade Tardia

Um estudo apresentado no encontro anual da Sociedade Europeia de Reprodução Humana e Embriologia, em Viena, na Áustria, disse que a contagem de espermatozoides, bem como a sua qualidade, diminui com o passar do tempo, principalmente, a partir dos 51 anos.

Advertisement

No entanto, 42% dos homens acima de 51 anos tem contagem de espermatozoides dentro da faixa saudável, maior que 39 milhões no volume total ejaculado, definida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em comparação com 61% daqueles em faixas etárias mais jovens.

Paternidade tardia: efeitos negativos na saúde

A Escola de Medicina da Universidade Stanford, dos Estados Unidos, publicou no jornal British Medical Journal (BMJ) um estudo que revela que os bebês nascidos de pais mais velhos estão mais suscetíveis a parto prematuro, pouco peso ao nascer e baixo índice de Apgar (escala que avalia frequência cardíaca, esforço para respirar, tônus muscular, reflexos e cor dos recém-nascidos).

O estudo também revelou que as mulheres que têm filhos com homens de mais idade têm riscos maiores de desenvolver diabetes gestacional e pré-eclâmpsia.

O resultado deu que bebês com pais acima de 45 anos tiveram uma chance de 14% maior de nascerem prematuramente, 18% maior de sofrerem convulsões e eram 20,2 gramas mais leve em comparação com filhos de pais mais jovens com idade entre 25 e 34 anos.

Advertisement

Também verificaram que a taxa de diabetes gestacional foi 34% maior nas grávidas com parceiros mais velhos.

Muitos homens, assim como mulheres estão investindo em suas carreiras profissionais e deixando para formar uma família mais tarde.

É importante dizer que não é porque o homem tem mais idade que ele obrigatoriamente terá filhos com algum problema.

Aconselhamento genético e congelamento de sêmen

Para que a gravidez seja tranquila e não haja preocupação em relação à idade, os especialistas recomendam que os casais busquem aconselhamento genético antes de terem um bebê, o que pode ser feito com o auxílio de um ginecologista, urologista e um geneticista.

Advertisement

Alguns especialistas dizem que os homens precisam da mesma atenção que as mulheres quando se pensa em ter filhos.

Para os homens que pensam em adiar a paternidade, uma dica é congelar os espermatozoides, um serviço disponível nas clínicas de fertilização.

Congelar os espermatozoides é um procedimento bem mais simples do que a coleta de óvulos, já que isso é feito com a ejaculação do homem, mas pode ajudar muito na saúde e no futuro dos filhos.

Portanto, tanto a saúde da mulher quanto a do homem são essenciais para o bebê e se pensa em ter filhos depois dos 40 anos, congele seus espermatozoides.

Advertisement
Advertisement
Luana Araujo Silva

Resindência em Enfermagem Neonatal pela Universidade Estadual de Londrina/PR com amplo campo de atuação: Maternidade de Baixo Risco, Maternidade de Alto Risco, Unidade de Cuidados Intermediários e Intensivos Neonatal, Recepção do Recém nascido termo e pré termo na sala de parto. Segmento ambulatorial do recém nascido pré termo Habilitada para inserção e manutenção de Cateter Central de Inserção Periférica (CCIP/PICC), com auxilio de ultrassom e Inserção de Cateter Umbilical Arterial e Venoso. Também possui ampla bagagem na áreade aleitamento materno em recém-nascidos a termo e pré-termo.