Emoções Podem Causar Aborto?

Quando uma mulher engravida, ela começa a se preocupar com tudo, principalmente, com a saúde do bebê. E tem uma questão que é sempre falada que é as emoções podem causar aborto?

Ser mãe é um turbilhão de emoções e nem sempre é fácil lidar com as frustrações.

Emoções podem causar aborto

A maioria dos médicos concorda que na prática, é difícil relacionar as coisas. É difícil comprovar cientificamente que uma emoção causou um aborto.

Perder um filho no começo da gravidez é mais fácil

Verdade

Advertisement

Tanto que o termo aborto espontâneo é utilizado somente até a 22ª semana ou enquanto o bebê está com peso menor do que 500 g.

Quase sempre o aborto acontece no primeiro trimestre de gestação e ele é considerado normal.

A maioria dos abortos acontece antes que a mulher desconfie que está grávida. Já o aborto tardio ocorre com menos frequência, precisa ser observado com atenção desde o primeiro, porque pode estar relacionado a algum problema de saúde da mãe.

Doenças congênitas e malformações no bebê também aumentam o risco de aborto.

Advertisement

Aborto é problema da mulher

Mito

Entre 15% e 20% das gestações não evoluem, e isso não é culpa de ninguém.

Esta perda no geral está relacionada a alterações no bebê, que ocorrem em divisões celulares iniciais, é um acontecimento natural.

Além disso, as alterações no sêmen do pai interferem na continuação da gravidez.

Advertisement

Uma pesquisa recente mostrou que danos no DNA dos espermatozoides podem aumentar o risco de interrupções precoces.

Infeções nos órgãos sexuais e a idade avançada aumentam as chances de problemas no esperma.

Se a mulher já teve um aborto ela corre mais risco de ter outro

Mito

O primeiro aborto é tido pelos médicos como normal.

Advertisement

De acordo com especialistas trata-se da seleção natural, e estatisticamente falando, a mulher que teve só um aborto tem menos risco de sofrer uma perda do que uma que nunca sofreu. Normalmente, a investigação é feita a partir da segunda perda, que é menos comum e pode indicar um problema de saúde da mãe ou do pai, mas é possível antecipá-la.

Ficar doente pode levar a um aborto

Parcialmente verdade

Doenças crônicas, como a diabetes e as autoimunes podem ameaçar a gestação, mas é possível controlar esses quadros e reduzir o perigo.

Viroses e resfriados simples não oferecem muito risco, mas algumas infeções da mãe são mais preocupantes, como: sarampo, rubéola e toxoplasmose.

Advertisement

Uma grande parte dessas doenças pode ser prevenida com a vacinação, que em alguns casos pode ser realizada na gravidez.

Exercícios físicos podem causar aborto espontâneo

Parcialmente verdadeiro

As grávidas podem e devem praticar exercícios físicos moderados, mas se praticava exercícios intensos antes da gestação, o melhor é evitá-los ou então falar com o médico.

De acordo com especialistas, existe uma condição chamada de insuficiência istmo-cervical, que é uma fragilidade no colo do útero que pode causar o aborto, e esforços aumentam esse problema.

Advertisement

Todo sangramento é aborto

Mito

Vários sangramentos podem acontecer nos nove meses de espera, mas o sintoma, não necessariamente representa risco ao filho.

Até a quinta semana da gravidez, por exemplo, pode acontecer um sangramento normal e discreto, causado pela implantação do embrião no útero.

De qualquer forma, como a presença de sangue é um dos sintomas do aborto, se ocorrer, deve consultar um médico.

Advertisement
Advertisement
Luana Araujo Silva

Resindência em Enfermagem Neonatal pela Universidade Estadual de Londrina/PR com amplo campo de atuação: Maternidade de Baixo Risco, Maternidade de Alto Risco, Unidade de Cuidados Intermediários e Intensivos Neonatal, Recepção do Recém nascido termo e pré termo na sala de parto. Segmento ambulatorial do recém nascido pré termo Habilitada para inserção e manutenção de Cateter Central de Inserção Periférica (CCIP/PICC), com auxilio de ultrassom e Inserção de Cateter Umbilical Arterial e Venoso. Também possui ampla bagagem na áreade aleitamento materno em recém-nascidos a termo e pré-termo.