Como saber se a bolsa estourou

Com a aproximação da hora do parto as gestantes começam a ter novas preocupações, uma delas é saber quando a bolsa estoura. A culpa é das novelas e filmes que mostram este momento de forma florida.

Para além do medo da bolsa estourar num sítio público existe ainda o medo de não saber identificar o momento em que a bolsa estoura. Existe o receio de confundir a perda de líquido com corrimento e até transpiração.

Na maioria dos casos, a bolsa estoura na maternidade, já em trabalho de parto.

Quando a bolsa da grávida estoura?

A bolsa de água é uma bolsa que contém o líquido amniótico, ele envolve o bebê no útero e tem a função de proteger o bebê contra infecções e traumas. Depois que a bolsa se rompe, o parto deve acontecer no máximo até 48 horas.

De acordo com o obstetra Jorge Kuhn, professor da Universidade Federal de São Paulo, somente 10% das grávidas no final da gestação tem a bolsa rompida antes do início do trabalho de parto, que em geral inicia com as contrações.

Como saber se a bolsa estourou

Quando a bolsa estoura, a perda de água é intensa. A grávida não consegue controlar.

O líquido amniótico tem uma cor clara, quase transparente e cheiro de água sanitária. Em alguns casos, o rompimento se dá levemente, gotejando aos poucos.

O que fazer depois que a bolsa estoura

Se a bolsa estourar em casa, a mãe e o pai devem manter a calma e preparar a ida para a maternidade.

Deve analisar o líquido, se ele for transparente, você não precisa ter pressa.

Tome um banho, arrume as coisas e vá para a maternidade.

Se o líquido for turvo e escuro pode indicar algum problema e deve dirigir-se de imediato para a maternidade.

Cerca de 3% dos casos, a bolsa rompe antes de completar 37 semanas de gestação e antes de ter começado o trabalho de parto, isso se chama ruptura prematura de membranas.

Dependendo da idade da gravidez, as providências são variadas, nas quais estão:

Internação da grávida;

Uso de antibióticos;

Realização de exames;

Ultrassonografia;

Uso de corticoide;

Indução do parto.

Quando a Bolsa estoura muito cedo

Quando a bolsa estoura no início da gravidez, é importante ir de imediato para o hospital, porque não é normal a bolsa se romper antes do tempo certo para a criança nascer.

Em alguns casos de parto prematuro os médicos podem atrasar o parto.

Advertisement
Luana Araujo Silva

Resindência em Enfermagem Neonatal pela Universidade Estadual de Londrina/PR com amplo campo de atuação: Maternidade de Baixo Risco, Maternidade de Alto Risco, Unidade de Cuidados Intermediários e Intensivos Neonatal, Recepção do Recém nascido termo e pré termo na sala de parto. Segmento ambulatorial do recém nascido pré termo Habilitada para inserção e manutenção de Cateter Central de Inserção Periférica (CCIP/PICC), com auxilio de ultrassom e Inserção de Cateter Umbilical Arterial e Venoso. Também possui ampla bagagem na áreade aleitamento materno em recém-nascidos a termo e pré-termo.