Bullying na escola: saiba o que fazer caso seu filho seja vítima ou agressor

No mundo de hoje, todos os pais e quase todos os filhos já ouviram falar em bullying, um termo em inglês derivado de bully que significa “assediador”, “intimidador” ou mesmo “agressor”. O bullying é caracterizado pela prática intencional de violência repetitiva que pode ser física ou psicológica.

O bullying na escola é um dos tipos mais comuns devido ao fato de que a idade escolar é aquela em que as crianças e adolescentes mais entram em conflito consigo mesmos e com os outros. Assim, alguns veem motivos para serem o agressor, enquanto outros sofrem como vítima.

Mas, sendo eles tão jovens, inexperientes e cheios de ideias confusas na cabeça, o que os pais, que são seus responsáveis, devem fazer a respeito? Veja essas dicas.

Quais são os tipos de bullying?

Para poder ajudar quando souber de um caso de bullying na escola com seu filho, seja ele a vítima ou o agressor, a primeira coisa a fazer é saber identificar o tipo de bullying.

É importante se informar sobre o que está acontecendo, como e quando, para ser capaz de tomar providências eficientes e eficazes a respeito.

CONTINUAR A LER