Beijos Podem ser Prejudiciais à Saúde do Bebê

Está confirmado que beijos podem trazer fortes danos aos bebês nas primeiras semanas de vida.

Ter um bebê em casa é sempre motivo de alegria, e é comum que os familiares, amigos e pessoas próximas queiram conhecer o bebê logo que chegam da maternidade.

Iisso não é conveniente porque um simples beijo pode prejudicar a saúde da criança.

Os beijos podem ser prejudiciais à saúde do bebê?

Os beijos podem ser perigosos nos primeiros dias do bebe.

Isto acontece porque quando eles nascem ainda estão com o sistema imunológico em formação, por isso, ficam mais sujeitos a contrair qualquer tipo de infecção ao entrar em contato com a pele, boca, olhos e a saliva de outras pessoas.

A infecção mais comum contraída pelo bebê que é beijado pelas visitas é a herpes.

Ela pode ser mais leve e causar apenas mucosas no bebê, porém, tem a grande chance de ser mais grave e o vírus chegar a se espalhar e atingir os órgãos vitais do bebê, atingindo o cérebro, pulmões e fígado causando danos permanentes e até mesmo levando o bebê a morte.

Sintomas das infecções em bebês

Os sintomas que os bebês com infecção apresentam são: aparecimento de bolhas cheias de liquido, oscilação de temperatura, perda de apetite, irritabilidade.

Em casos de infecções mais graves, podem apresentar convulsões e dificuldade respiratória.

Dicas para proteger os bebês das infecções

Evite que visitas beijem o bebê;

Sem parecer rude diga as pessoas mais próximas que as visitas ao bebê recém-nascido só estão autorizadas quando ele completar dois meses, explicando que sua saúde é muito sensível.

Preserve a pele do bebê, até mesmo os pequenos arranhões precisam ser cuidados porque podem ser meio de entrada dos micróbios e das infecções;

As pessoas que chegam perto do bebê devem lavar e desinfetar as mãos.

Mesmo que seja difícil todos devem evitar beijar o bebê, tanto no rosto quanto nas mãos, pois, o pequeno leva muito as mãozinhas à boca;

Não deixe que pessoas doentes com gripe e outras infecções cheguem perto do bebê, pois, como a imunidade é baixa eles têm grandes chances de contrair vírus;

Nos primeiros meses de vida não misture os utensílios do bebê que são usados na alimentação com os utensílios dos demais membros da família;

Fique em dia com as vacinas do bebê;

Mantenha o quarto do bebê sempre bem limpo e arejado.

As roupinhas e os brinquedos do bebê devem estar sempre bem limpos.

Portanto até os 2 anos de idade os bebês têm muita facilidade de pegar infecções e doenças, por isso, merecem cuidados redobrados nesses primeiros meses de vida, para que cresçam bem e que possam se tomar adultos saudáveis e sem problemas.

Advertisement
Emilly Cavalcanti

Enfermeira pós graduada em UTI Pediátrica e Neonatal Grupo Ama consultoria: Qualificação e Habilitação de Cateter de Picc em Neonatologia, Pediatria e Geriatria. APAE-SP Capacitação Profissional do teste do Pezinho SBP- Sociedade Brasileira de Pediatria: Reanimação Neonatal.