Endometriose

No decorrer da vida podemos passar por diversas doenças que surgem por causa dos mais variados fatores ou já nascemos com elas. A grande maioria das doenças pode atingir todos os públicos, homens, mulheres, crianças e também idosos, porém há algumas doenças que só atacam um grupo específico como a endometriose, que atinge somente as mulheres.

O que é endometriose?

Endometriose é uma doença caracterizada pela presença do endométrio, que é um tecido que reveste a parte interior do útero fora da cavidade uterina, quer dizer, em outros órgãos da pelve, como bexiga, intestinos, ovários e trompas.

Todos os meses, esse tecido fica mais grosso para que um óvulo fecundado possa se implantar nele. Quando não ocorre a gravidez, o endométrio que ficou mais grosso começa a descamar e sai junto com a menstruação. Ocorre em alguns casos desse sangue ir para o lado oposto e com isso cai nos ovários ou na cavidade abdominal, causando a lesão endometriótica.

As causas dessa doença são desconhecidas, mas sabe-se que há um risco maior de desenvolver a endometriose as mulheres que têm mãe ou irmã com a doença. A endometriose afeta hoje no Brasil cerca de seis milhões de mulheres, sendo que entre 10% a 15% das mulheres com idade reprodutiva, ou seja, 13 a 45 anos podem desenvolvê-la e 30% tem chance de se tornarem estéreis, ou seja, não poderem ter filhos.

Sintomas da endometriose

Os principais sintomas da endometriose são a dor e a infertilidade. Aproximadamente 20% das mulheres sentem apenas dor, 60% tem dor e infertilidade e 20% infertilidade. Algumas mulheres sentem dores muito fortes e outras não sentem desconforto algum.

Os sintomas mais comuns da endometriose, são: dificuldade para engravidar e infertilidade, alterações urinárias ou intestinais durante a menstruação, sangramento menstrual intenso ou irregular, fadiga crônica, dor na região pélvica, dor durante as relações sexuais, dor pré-menstrual, cólicas menstruais intensas e dor durante a menstruação.

Diagnóstico da endometriose

O diagnóstico para descobrir a endometriose é realizado por meio de um exame físico, ultrassom endovaginal especializado, exame ginecológico, dosagem de marcadores e outros exames.

O exame de toque é essencial para o diagnóstico da endometriose profunda, em alguns casos, o médico pode pedir outros exames mais detalhados.

Prevenção da endometriose

A endometriose é uma doença benigna, que é caracterizada pelo crescimento do tecido que se chama endométrio para fora da cavidade uterina, local onde normalmente ele se desenvolve.

A prevenção da endometriose é procurar regularmente um ginecologista, diminuir o consumo de álcool e cafeína e praticar exercícios físicos.

Tratamentos da endometriose

São dois tipos de tratamentos para combater as dores da endometriose, a primeira com medicamentos, pois existem diversos medicamentos para tratar essa doença e a segunda com uma cirurgia, nesse procedimento, o tecido endométrio é removido.

Portanto, todas as mulheres precisam cuidar muito da saúde para evitar que doenças como a endometriose apareçam, para aquelas que já sofrem com ela, a única saída é tratá-la.

Compartilhar ;)

Endometriose