Como é a recuperação da cesárea ?

A cesárea é um procedimento cirúrgico utilizado para retirar o bebé do útero materno, quando o parto natural não é uma opção viável.

Sendo uma cirurgia de grande porte, a sua recuperação demora bem mais tempo que a recuperação de um parto natural.

O período de recuperação da cesárea varia no entanto de mulher para mulher.

Confira de seguida como é a recuperação da cesárea no hospital, e posteriormente, em casa.

Recuperação da cesárea

Cada mulher tem um tempo de recuperação diferente, podendo este variar bastante.

Por exemplo, enquanto há mulheres que horas após a cirurgia já conseguem ficar de pé, já outras apenas ao fim de alguns dias têm força suficiente para isso.

Estes últimos casos ocorrem habitualmente nos casos onde houve algum tipo de complicação durante o parto.

A recuperação pós-cesárea é longa, demorando perto de 6 meses até o corpo estar novamente recomposto.

Além disso, enquanto que a mulher que tenha feito um parto natural tem o organismo pronto para voltar a engravidar em menos de um ano, no caso de uma que tenha feito cesárea, o seu corpo apenas está nessas condições ao fim de 2 anos.

Como é a recuperação da cesárea no hospital

Aproximadamente 10 a 12 horas após a realização do parto por cesárea, uma enfermeira irá levar a mulher para o banho, podendo ser necessária a sua ajuda.

Nesta fase, a mulher pode também ainda necessitar de ajuda para se levantar e deitar, sendo por isso essencial que um acompanhante esteja sempre que possível presente para ajudar com o bebé.

Normalmente, o período de internamento no hospital é de 3 dias, podendo em algumas situações prolongar-se por mais um ou dois dias.

Como é a recuperação da cesárea em casa

Após receber alta hospitalar, a mulher deve continuar a sua recuperação em casa, sendo por isso recomendado que tenha uma ajuda extra nos primeiros dias.

Deve evitar fazer tarefas domésticas e esforços físicos, focando-se nos cuidados do bebé o no seu próprio bem estar.

Durante o período de recuperação, a mulher deverá usar uma cinta pós-parto, de modo a ter maior conforto na zona do abdómen, mas também, a reduzir o risco de ocorrência de um seroma na cicatriz.