Colesterol alto na gravidez

Durante a gravidez, o apetite de uma mulher é mais alto. Naturalmente, com um bebé a crescer dentro da sua barriga, as necessidades alimentares são maiores, sendo por isso normal e desejável que coma mais que o habitual.

Contudo, um dos grandes erros na alimentação de muitas grávidas é pensarem que podem comer tudo o que lhes apetece.

Na realidade, não é por uma mulher estar grávida que vai deixar de estar imune aos problemas derivados de uma alimentação desequilibrada.

Durante a gestação, é normal haver um aumento no colesterol. No entanto, isso não significa que não deva preocupar-se com isso.

Neste artigo poderá conhecer quais as possíveis consequências do colesterol alto na gravidez, e ainda, como reduzir esses valores sem ter de utilizar medicamentos.

aprenda-a-reduzir-o-colesterol

Riscos do colesterol alto na gravidez

O colesterol alto no sangue tem como consequência a acumulação de gordura nas paredes dos vasos sanguíneos, o que vai tornar mais difícil o fluxo do sangue, aumentando dessa forma a pressão arterial.

Apesar do aumento do colesterol ser normal durante a gestação, ele tem de ser controlado, pois se atingir determinados níveis, a hipertensão provocada por esse aumento pode ter implicações negativas no desenvolvimento do bebé.

Como reduzir o colesterol alto na gravidez

A não ser que exista algum problema anterior à gravidez, na maior parte dos casos é possível controlar e reduzir os níveis de colesterol com a adoção de uma dieta saudável e equilibrada, complementada com a prática de exercício físico regular e adequado à gravidez.

De seguida deixamos um conjunto de práticas alimentares, que a vão ajudar a manter os níveis de colesterol controlados.

– Reforce o consumo de vegetais e frutas;
– Coma sempre sopa;
– Prefira cereais integrais;
– Prefira lacticínios magros;
– Aumente o consumo de frutos secos;
– Privilegie as carnes brancas e o peixe às carnes vermelhas;
– Prefira o azeite como gordura habitual na sua alimentação;
– Reduza o consumo de produtos refinados e processados (doces, refrigerantes, charcutaria, etc.);
– Utilize principalmente a cozedura e a grelha para cozinhar.
– Beba bastante água.

Siga estes conselhos, e mantenha os seus níveis de colesterol em níveis seguros para si e para o seu bebé.