Causas do aborto espontâneo

Ao engravidar, há várias complicações possíveis de ocorrer. Uma das complicações mais comuns da parte inicial da gravidez é o aborto espontâneo.

Aproximadamente entre 8% a 20% de todas as gravidezes com menos de 20 semanas acabarão por sofrer um aborto espontâneo.

Deste número, a grande maioria ocorre nas primeiras 12 semanas, isto é, nos primeiros 3 meses. À medida que a gestação avança, as probabilidades de ocorrer um aborto espontâneo diminuem.

O que é o aborto espontâneo ?

Considera-se um aborto espontâneo quando a gravidez termina antes do feto atingir uma idade viável.

De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), ocorre um aborto espontâneo quando o feto, ou embrião, é expulso do corpo da gestante com menos de 500 g, ou seja, até às 20 a 22 semanas.

Existem vários fatores de risco que aumentam as probabilidades de ocorrer um aborto espontâneo.

Conheça de seguida as várias causas para a interrupção da gravidez.

aborto_espontaneo

Causas do aborto espontâneo

Um aborto espontâneo pode ocorrer por diversas razões. A causa mais comum está associada a problemas cromossómicos, que surgem na formação do feto, provocando a inviabilidade do seu desenvolvimento, resultando na perda da gravidez.

Contudo, há muitos outros fatores de risco que podem levar a um aborto espontâneo.

Confira de seguida os vários fatores de risco e causas para a ocorrência de um aborto espontâneo.

– Anormalidades cromossómicas;
– Idade;
– Obesidade;
– Aborto espontâneo anterior;
– Procedimentos invasivos intrauterino;
– Ingestão de grandes quantidades de cafeína;
– Fumar;
– Ingestão de bebidas alcoólicas;
– Drogas;
– Toma de medicamentos não adequados a gestantes, como por exemplo, anti-inflamatórios não-hormonais;
– Doença celíaca (intolerância ao glúten)
– Anomalias congénitas;
– Fatores maternos (anomalias uterinas congénitas ou adquiridas, infeção materna aguda, endocrinopatias maternas, estado de hipercoagulabilidade).

Existem ainda casos que medicamente ainda não se conseguem explicar.

As causas para um aborto espontâneo de embriões ou fetos com uma estrutura normal, sem quaisquer anomalias cromossómicas ou congénitas, numa grávida saudável, são ainda pouco claras.

No entanto, há um grande conjunto de anomalias genéticas que não se conseguem detetar, e como referimos em cima, são responsáveis por um grande número de abortos espontâneos.

Compartilhar ;)

Causas do aborto espontâneo